a nova sociedade secreta

Bookhouse Boys é um nome bastante sugestivo para quem é fã de cinema  (principalmente de David Lynch) e trilhas sonoras, afinal, assim foi intitulada a misteriosa sociedade secreta do seriado Twin Peaks, produzido por Lynch e Mark Frost, nos anos 90. E  nada mais sugestivo para uma banda que parece ter saído diretamente de alguma trilha sonora de Tarantino, do que um nome que nos remete à sétima arte: The Bookhouse Boys. 

The Bookhouse Boys

The Bookhouse Boys

Formada por nove integrantes (duas baterias, dois trompetes, duas guitarras, dois vocais, teclado e baixo), o grupo londrino inovou o que parecia, até então, estagnado.  As músicas são uma mistura de dirty-surf-music, com trompetes mariachi e guitarras meio Dick Dale.  Os vocais, por ora, soam meio doo-wop. A voz de Paul Van Oestren lembra muito Nick Cave (nos áureos tempos do Bad Seeds) e um pouco de Tom Waits.  e sempre tem como contrapoto a suavidade da voz de Já Catherine Turner (única integrante feminina!) é seu contraponto, doce e suave.  E os elogios não param por aí… As letras melodramáticas e psicologicamente agitadas harmonizam-se perfeitamente com a música, que por si só, é um tanto obscura.

Sem falar na  questão semiótica e visual envolvida: em Twin Peaks, as reuniões da sociedade secreta eram feitas num antigo prédio cheio de livros (daí o nome bookhouse), construído entre a década de 40 e 50, com a estrutura em madeira e mobília velha. Na sala de reunião também havia um bar & café, onde os “sócios” faziam sua própria bebida.
Numa jogada inteligentíssima, a banda incorporou tais características (cenários e figurinos, por exemplo) e adquiriu identidade própria, criando uma espécie de “sociedade secreta da música”.

O grupo  foi descoberto por uma pequena gravadora indie (Black Records), na época em que eles próprios estavam produzindo o álbum, no porão da casa de Van Oestren.  Em agosto de 2008 eles lançaram o primeiro cd “The Bookhouse Boys”  que, a propósito, é um ótimo trabalho de estréia.

Quem quiser ouvir algumas músicas, basta acessar o MySpace da banda.
Finalizo com o clipe da boníssima “I can’t help myself“:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s